leile_pinto@hotmail.com

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

PAN-AMERICANO - 2011 QUADRO DE MEDALHAS - RESULTADO...VEJA AQUI.

Quadro de Medalhas dos países dos Jogos Pan-Americanos Guadalajara 2011
Resultado final. Atualizado em 30 de outubro de 2011 às 20:30.

C - País - O - P - B - T

1º - Estados Unidos - 92 - 79 - 65 - 236

2º - Cuba - 58 - 35 - 43 - 136

3º - Brasil - 48 - 35 - 58 - 141

4º - México - 42 - 41 - 50 - 133

5º - Canadá - 30 - 40 - 49 - 119

6º - Colômbia - 24 - 25 - 35 - 84

7º - Argentina - 21 - 19 - 35 - 75

8º - Venezuela - 12 - 27 - 33 - 72

9º - República Dominicana - 7 - 9 - 17 - 33

10º - Equador - 7 - 8 - 9 - 24

Legenda:
C - Classificação | P - País | O - Medalhas de Ouro | P - Medalhas de Prata | B - Medalhas de Bronze | T - Total.

Comparando ao último o Pan, realizado em 2007 no Rio de Janeiro, o país manteve o resultado em seis modalidades, melhorou em 11, mas piorou em 18 esportes. As modalidades que mais trouxeram ouro para o país foram o atletismo, a vela, o judô e a natação. O judô conquistou o maior número de medalhas de ouro da história do Pan na categoria masculina.

Outro que ajudou a manter o Brasil entre os três melhores das Américas foi o nadador Thiago Pereira. Ele se torou o esportista mais vitorioso da história do Pan-americano, ultrapassando o saldo do mesatenista Hugo Hoyama. Além disso, Lucélia Ribeiro tornou-se a primeira brasileira tetracampeã no karatê.

A ginástica olímpica foi uma das modalidades que mais sofreu nestes Jogos. A quebra da equipe interferiu no resultado final da delegação. Daniele Hypólito, única ginástica que trouxe medalhas, não quer deixar os atuais técnicos, enquanto Daiane dos Santos, que teve um péssimo desempenho, quer a volta do ucraniano Oleg Ostapenko. O irmão de Daniele e também ginasta, Diego Hypólito, disse que a equipe deve pensar apenas nos treinos. Diego conquistou muitos ouros junto com os companheiros nos Jogos de Guadalajara.

Com show das mulheres, que conquistaram 12 das 23 medalhas do País no atletismo, sendo seis de ouro, quatro de prata e duas de bronze, o Brasil brilhou no esporte e só não foi mais soberano que Cuba, tradicional na modalidade e maior vencedor de condecorações nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara - 33 lugares no pódio.

Representadas em primeiro lugar por sua principal estrela no atletismo, a atual medalhista de ouro olímpica no salto em distância Maurren Maggi, as brasileiras fizeram bonito em solo mexicano. Maurren, por exemplo, pulou 6,94 m e conquistou o tri dos Jogos Pan-Americanos com tranquilidade.

Além dela, vale destaque a brasilera Rosângela Santos, ouro nos 100 m rasos femininos. A velocista levou 11s22 para cruzar a linha de chegada na primeira colocação e registrar a melhor marca de sua carreira. Outra que brilhou foi Ana Claudia Lemos da Silva, que fez 22s76 na final dos 200 m rasos feminino, disputada no Estádio Telmex de Atletismo.

A superação das atletas do Brasil em 2011 continua com Adriana da Silva. A velocista mostrou regularidade na versão feminina da maratona e terminou os 42 km de corrida na primeira colocação, com o tempo de 2h36min37s - novo recorde pan-americano da prova. Lucimara Silvestre também foi ouro no heptatlo feminino e apenas confirmou a hegemonia das mulheres brasileiras.
Para completar, as velocistas Ana Claudia Lemos, Rosângela Santos, Vanda Gomes e Franciela Krasucki conseguiram conquistar o posto mais alto no pódio no revezamento 4x100 m, mesma colocação de Ailson Feitosa, Sandro Viana, Nilson André e Bruno de Barros, que venceram o ouro no 4x100 m masculino.

Os homens do País, por sua vez, ainda foram ouro com Leandro Oliveira, que venceu por apenas 0s01 com o tempo de 3min53s44 na prova dos 1500 m; com Solonei Silva, na maratona masculina de 42 km (2h16min37s); e Marilson Santos, que conquistou a modalidade dos 10000 m, ao completar as 25 voltas do percurso em 29min00s64.

O Brasil ainda levou seis medalhas de prata: com Kleberson Davide, nos 800m; Hudson Souza, nos 3000 m com obstáculos; Fabiana Murer, que decepcionou no salto com varas; Cruz da Silva, nos 10000 m feminino; e com a equipe feminina do revezamento 4x400 m.
Para completar, Bruno de Barros (200 m), Geisa Courinho (400 m), Sabine Heitling (3000 m com obstáculos), Joilson Silva (5000 m), Ronald Julião (lançamento de discos), Jefferson Sabino (salto triplo) e Giovani dos Santos (10000 m) completaram o quadro de medalhas brasileiro no atletismo com mais sete condecorações de bronze.

Um comentário: