leile_pinto@hotmail.com

sexta-feira, 29 de junho de 2012

BOLSAS DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR (PROUNI) ATÉ SEGUNDA 02 DE JULHO

Estão abertas as inscrições de candidatos a bolsas de estudos em instituições particulares de educação superior por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) do Ministério da Educação. O período se estenderá até segunda-feira, 2 de julho. A oferta para este segundo semestre é de 90.311 bolsas — 52.487 integrais e 37.824 parciais (50% da mensalidade). No processo do ProUni haverá uma única etapa de inscrição, com duas chamadas para convocação dos candidatos pré-selecionados. Ao inscrever-se, o estudante pode fazer até duas opções de curso e de instituição. A primeira chamada será divulgada em 5 de julho e o candidato tem até o próximo dia 13 para comparecer à instituição de ensino em que vai estudar para apresentar a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para 20 de julho, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 26. Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866) por pessoa. Além de ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas e nota na redação que não seja zero, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, curso normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola na qual atuam. Espera — Ao fim das duas chamadas, os candidatos não pré-selecionados ou aqueles que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem pedir inclusão na lista de espera, que será usada pelas instituições participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda não ocupadas. O período para manifestação de interesse na lista irá de 2 a 4 de agosto próximo. Ao fim desse prazo, a partir do dia 7 de agosto, serão feitas as convocações dos integrantes. Criado em 2004, o ProUni já ofereceu mais de 1 milhão de bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Assessoria de Comunicação Social

quarta-feira, 27 de junho de 2012

SEMINÁRIO NACIONAL DO ENSINO MÉDIO

“O ensino médio tem de formar cidadãos”, afirma João Almeida, estudante do terceiro ano. Aluno de escola pública em Macapá, ele é um dos 80 estudantes de todo o país que participam do Seminário Nacional do Ensino Médio Integral: Construindo a Política de Ensino Médio para Todos no Brasil, que teve início na terça-feira, 26, e vai até esta quinta, 28, em Brasília. Além dos estudantes, o encontro reúne técnicos do Ministério da Educação, professores, gestores e representantes das universidades para apresentações e debates sobre experiências bem-sucedidas. Para João, essa etapa do ensino é um importante momento de decisão para o jovem. “Muitas vezes, somos direcionados para profissões mais reconhecidas, como medicina, direito e engenharia”, disse. O estudante participa ativamente da vida da escola amapaense, em projetos como o Intervalo Alternativo, que oferece música, artes cênicas e apresentações culturais nos intervalos das aulas. A atividade tem apoio financeiro do programa Ensino Médio Inovador, do MEC. A diretora de currículos e educação integral da Secretaria de Educação Básica (SEB) do MEC, Jaqueline Moll, considera o seminário um espaço para o debate sobre a melhoria do ensino médio no Brasil. “Estamos conhecendo as experiências que já estão em curso — serão 61 nos três dias de encontro —, e como essas boas experiências podem ser aproveitadas em outras escolas”, disse. O conceito de ensino médio integral usado no seminário ultrapassa a questão formal do número de horas que os estudantes passam na escola. A coordenadora do ensino médio da SEB, Sandra Garcia, entende que a formação integral não pode se resumir à preparação para provas. “O ensino médio deve contemplar trabalho, ciência, cultura e tecnologia”, afirmou. Para a gerente do ensino médio da Secretaria de Educação de Santa Catarina, Maike Ricci, há uma mudança no foco do debate. “A discussão deixou de ser como é o ensino médio, mas como os estudantes querem o ensino médio”, salientou. Assessoria de Comunicação Social

sábado, 23 de junho de 2012

FESTA JUNINA NA ESCOLA - MANHÃ E TARDE

PARABÉNS A TODA EQUIPE! A FESTA DE SÃO JOÃO OS DOIS HORÁRIOS NA ESCOLA FICOU PERFEITA. COMIDAS TÍPICAS PARA OS PAIS, ALUNOS E FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA. SORTEIO DE TRÊS BALAIOS PARA OS CONVIDADOS. APRESENTAÇÃO DOS NOSSOS ALUNOS EM DANÇAS E QUADRILHA JUNINA. PARABÉNS AS PROFESSORAS:LINDALVA,NOEMIA,NEUSA,EMÍLIA E ANA LÚCIA PELO BRILHANTE TRABALHO!

quarta-feira, 20 de junho de 2012

ENEM CANDIDATOS DE BAIXA RENDA ISENTOS DA TAXA

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que teve inscrições encerradas na última sexta-feira, 15, teve 3.994.140 candidatos isentos de cobrança da taxa de R$ 35. Alunos concluintes de escolas públicas em 2012 são automaticamente isentos da taxa. Candidatos de família de baixa renda que fizeram a solicitação de carência aprovada também obtiveram isenção. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, pediu atenção aos quase 2 milhões de inscritos, que não se enquadram nos requisitos para isenção da taxa de inscrição. “Eles têm que entrar na página do Enem e imprimir o boleto para o pagamento. A taxa é de R$ 35 e têm prazo até amanhã, 20, se ele não pagar, perde a inscrição", enfatizou o ministro. O pagamento dever ser efetuado em uma das agências do Banco do Brasil. O exame recebeu um total de 6.497.446 pedidos de inscrição. Além de oferecer acesso ao ensino superior, o Enem servirá de certificação de conclusão do ensino médio para 708.842 inscritos. Sudeste e Nordeste foram as regiões com o maior número de inscrições, 2.406.168 candidatos e 1.992.443, respectivamente. O Centro Oeste registrou o menor número de inscritos, 597.182. Os estados que tiveram maior número de inscritos foram São Paulo (1.068.517), Minas Gerais (723.644), Rio de Janeiro (474.046), Bahia (458.101) e Rio Grande do Sul (394.641). Instrumento de democratização do acesso ao ensino superior, o Enem 2012 recebeu 126.916 pedidos de atendimento especial. Entre os solicitantes estão candidatos que guardam o sábado por motivos religiosos (96.320), candidatos que pleiteiam salas com acesso mais fácil (14.728) e precisam de auxílio de ledor (3.048). As provas serão aplicadas em 3 e 4 de novembro, em todas as unidades da Federação, a partir das 13 horas (de Brasília). No primeiro dia, sábado, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de quatro horas e meia. No domingo, os estudantes terão cinco horas e meia para fazer as de matemática e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias e a redação. A divulgação do gabarito oficial, como estabelece o edital do exame, está prevista para 7 de novembro. O resultado final estará disponível para os estudantes a partir de 28 de dezembro. Assessoria de Comunicação Social

sexta-feira, 15 de junho de 2012

ENEM 2012 O PRAZO SERÁ ENCERRADO HOJE

O prazo de inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 será encerrado às 23h59 desta sexta-feira, 15. “Nós pedimos aos estudantes que não deixem as inscrições para a última hora”, disse o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Luiz Cláudio Costa. Até as 20 horas desta quinta-feira, 14, foram registradas 5.004.642 inscrições — o processo foi aberto em 28 de maio. São Paulo (817.171), Minas Gerais (547.836), Rio de Janeiro (375.405), Bahia (353.990) e Ceará (304.757) são as unidades da Federação com maior número de inscritos. Feita apenas pela internet, a inscrição será confirmada após o pagamento da taxa de R$ 35, até o dia 20 próximo, por meio de guia de recolhimento da União (GRU) simples. Aluno de escola pública que esteja concluindo o ensino médio e se declarar integrante de família de baixa renda está liberado do pagamento. O pedido de isenção deve ser feito no momento da inscrição, também pela internet. As provas serão aplicadas em 3 e 4 de novembro, em todas as unidades da Federação, a partir das 13 horas (de Brasília). No primeiro dia, sábado, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de quatro horas e meia. No domingo, os estudantes terão cinco horas e meia para fazer as de matemática e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias e a redação. A divulgação do gabarito oficial, como estabelece o edital do exame, está prevista para 7 de novembro. O resultado final estará disponível para os estudantes a partir de 28 de dezembro. Na página do Enem na internet o candidato pode fazer a inscrição e seguir, passo a passo, todo o procedimento do exame, além de conferir o calendário. Veja a relação completa das inscrições, por estado. Assessoria de Comunicação Social

domingo, 10 de junho de 2012

DOCENTE UNIVERSITÁRIO E O SALÁRIO

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, reafirmou nesta terça-feira, 5, a posição de que a greve dos docentes das instituições federais de ensino superior é precipitada. A negociação, que ocorre para vigorar a partir de 2013, ainda está aberta e tem prazo até agosto para ser realizada. “A carreira dos docentes, antes mesmo da greve, já era uma prioridade do governo federal. Há compromisso do governo para melhorar a carreira docente”, disse. Ele ainda explicou que até o final de julho o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) deve apresentar alguma proposta com relação à carreira dos docentes. O ministro ainda esclareceu que a quantidade de professores que recebem o piso salarial é muito pequena. Ele também explicou que a maioria dos professores já ingressa na carreira com títulos de mestrado e doutorado, o que permite salários acima do piso. “Hoje temos 70 mil docentes em universidades federais. Deste total, cerca de 400 recebem o piso salarial”, disse. Atualmente, o piso salarial de um docente universitário, com 40 horas de dedicação exclusiva, é de R$ 2.872,85. Nesta condição encontram-se apenas 221 servidores. Outros 180 professores que possuem carga horária de 20 horas semanais recebem R$ 1.597,92. Assessoria de Comunicação Social

sexta-feira, 8 de junho de 2012

LITERATURA DE CORDEL NAS ESCOLAS - VEJA

O professor e cordelista Francisco Ferreira Filho Diniz percorre instituições de ensino públicas e particulares das áreas urbana e rural do município paraibano de Santa Rita e da região metropolitana de João Pessoa, nos turnos da manhã, tarde e noite. Ele conta a história da literatura de cordel, lê e distribui folhetos e promove oficinas de elaboração de cordel. Também canta, acompanhado por um grupo musical. Com 22 anos de magistério, Francisco dá aulas de educação física na Escola Municipal São Marcus, no distrito de Várzea Nova, em Santa Rita, para alunos do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental. Desde 2000, ele desenvolve o Projeto Cordel, de divulgação desse tipo de literatura enquanto veiculo de comunicação, instrumento didático e importante elemento da cultura. Seu trabalho envolve estudantes de todas as idades e a comunidade escolar em geral. “Quero colaborar para manter viva essa tradição cultural e provar a capacidade que o cordel tem de educar, de debater qualquer assunto, além de entreter e motivar para a leitura”, afirma Francisco. Por meio da literatura de cordel, ele promove palestras sobre temas como educação, justiça social, cultura popular e corrupção. Durante as oficinas nas escolas, o professor ensina a produzir textos com os elementos indispensáveis do cordel, com respeito às regras fundamentais referentes à métrica, às rimas e aos tipos de estrofes mais comuns (principalmente sextilha, septilha, décima e quarta) e à oração, ou seja, a história. Memória — Segundo Francisco, o cordel é uma manifestação cultural que aborda a leitura, o canto, o aspecto rítmico compassado das declamações e a ilustração das capas, por meio de xilogravura, desenho, foto ou pintura. Além disso, de acordo com o professor, o cordel possibilita a memorização de fatos históricos ou acontecimentos e deixa um registro na memória nem sempre possível no texto em prosa. “A escola tem de saber desse potencial dos folhetos de cordel para ter em mãos mais uma forma de estimular os alunos à leitura e à reflexão dos mais diversos assuntos”, enfatiza. Em parceria com Valentim Quaresma, Francisco escreveu seu primeiro cordel, Zumbi, o Heroi do Brasil, em 2000. Decidiu então divulgá-lo nas escolas. A boa aceitação o estimulou a realizar outros trabalhos e a divulgá-los na internet. Com o êxito obtido, decidiu dedicar-se profissionalmente ao cordel. Ana Júlia Silva de Souza

quarta-feira, 6 de junho de 2012

FUNDEB - LEIA

Estados, Distrito Federal e municípios já têm acesso a R$ 606,8 milhões referentes à quinta parcela da complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A transferência dos recursos é de responsabilidade do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Este ano, a complementação da União contempla nove estados que não alcançaram, com a própria arrecadação, o valor mínimo nacional por aluno estabelecido para 2012 (R$ 2.096,68). Principal fonte de financiamento da educação básica pública, o Fundeb deve ter pelo menos 60% dos recursos usados na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício. O restante destina-se a despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino — pagamento de auxiliares administrativos e merendeiras; formação continuada de professores; aquisição de equipamentos e construção de escolas. Fundeb 2012 – 5ª parcela Estados contemplados (em R$) UF Valor Alagoas 25.641.022,25 Amazonas 18.419.721,92 Bahia 145.544.961,80 Ceará 71.418.466,29 Maranhão 133.772.350,93 Pará 142.365.546,92 Paraíba 9.916.319,40 Pernambuco 34.110.708,80 Piauí 25.692.082,79 Total 606.881.181,10 Merenda — Também estão liberados a estados, municípios e DF recursos da quarta parcela da merenda escolar. O valor chega a R$ 269,7 milhões. Do total, R$ 171,8 milhões destinam-se a redes municipais e R$ 97,8 milhões, a estaduais. O orçamento do programa para este ano é de R$ 3,3 bilhões. O dinheiro é transferido pelo FNDE em dez parcelas mensais para atender 45 milhões de estudantes da educação básica de todo o país durante 200 dias letivos. Com a transferência de recursos, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) garante a alimentação escolar de estudantes da educação básica matriculados em escolas públicas e filantrópicas. Em 2011, o programa ofereceu diariamente 130 milhões de refeições em 200 mil escolas do país. Assessoria de imprensa do FNDE

segunda-feira, 4 de junho de 2012

"TODA ESCOLA PÚBLICA PODE SER BOA"

Escola pública deve buscar melhor resultado, diz ministro Segunda-feira, 04 de junho de 2012 - São Paulo — O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, defendeu, na manhã desta segunda-feira, na capital paulista, a escolha de boas práticas para mobilizar a população pela causa educacional. “Temos de defender a ideia de que toda escola pública pode ser boa e motivar os professores e os alunos para a busca de melhores resultados”, afirmou. Mercadante fez apresentação na série de diálogos O Futuro se Aprende, que reúne formadores de opinião e entidades ligadas à educação. Ao comentar o fato de a maior parte da população considerar a educação brasileira satisfatória, o ministro disse que é natural que seja assim. “A maior parte dos pais dos estudantes não teve sequer acesso [à escola]”, lembrou. “Quando ele vê o filho com o direito assegurado à escola, com busca de qualidade, ele naturalmente acha que houve evolução. E houve.” O ministro defendeu ainda a escola em tempo integral, nos moldes do programa Mais Educação, como forma de assegurar a qualidade do ensino e a formação da cidadania entre os jovens. “Mais de 32 mil escolas já aderiram, mas deve ser uma adesão que premie os alunos da rede pública, sem exame de seleção”, disse. Quanto à questão do analfabetismo, Mercadante explicou que a prioridade do governo federal é impedir o surgimento de novos analfabetos, com o atendimento às crianças até os 8 anos de idade. “É importante a alfabetização na idade certa; é preciso trabalhar a questão do direito da criança à alfabetização, à educação.”

domingo, 3 de junho de 2012

FÓRUM MUNDIAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

Florianópolis – Com apresentações artísticas e a leitura da carta final, com 11 itens, terminou nesta sexta-feira, 1° de junho, a segunda edição do Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica. Durante a solenidade de encerramento também foi anunciada a sede da próxima edição. Será o estado de Pernambuco. Mais de 16 mil participantes de 30 países se reuniram ao longo da última semana durante o evento para discutir temas ligados à educação profissional e tecnológica, à sustentabilidade, à democratização e à emancipação proporcionadas pelo ensino. Todos os estados brasileiros estiveram representados no fórum. As discussões foram além da educação profissional em si. Os debates, conferências e palestras ressaltaram o caráter interdisciplinar do tema, interligando-o com assuntos como mercado de trabalho, reestruturação produtiva, software livre, meio ambiente – o fórum integra a lista de eventos preparatórios para a Rio+20, entre outros. Para a coordenadora-geral do evento e reitora do Instituto Federal de Santa Catarina, Maria Clara Kaschny Schneider, o fórum cumpriu sua missão. “Superamos a expectativa de público e de qualidade. A proposta foi levar a uma dinâmica que ampliasse o debate sobre a educação profissional e tecnológica”, explicou. O presidente do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, Denio Rebello Arantes, acredita que as instituições participantes ganharam muito com os debates, palestras e conferências do evento. “Um espaço como este, multitemático e com diversidade de público, é interessante porque permite que consigamos enxergar a educação profissional de ângulos diferentes”, afirma. O Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica integra o Fórum Mundial de Educação e o Fórum Social Mundial. Homenagem – A fundadora da Pastoral da Criança, a pediatra e sanitarista Zilda Arns Neumann, foi homenageada durante o evento. Ao longo de sua vida, a médica recebeu diversos prêmios pelo trabalho humanitário que desenvolveu. Zilda Arns morreu em 2010 durante um terremoto que devastou a capital do Haiti, Porto Príncipe, matando milhares de pessoas. Os participantes do evento também aprovaram uma moção de apoio à Comissão da Verdade, criada pelo governo federal para investigar violações aos direitos humanos cometidas no Brasil entre 1946 e 1988. Mais informações sobre os cinco dias de evento podem ser obtidas no portal do evento. Danilo Almeida