leile_pinto@hotmail.com

terça-feira, 8 de março de 2011

ROBERTO CARLOS ARRASA NA ESCOLA DE SAMBA ENCANTANDO A TODOS!




A Beija-Flor de Nilópolis foi a última escola que entrou na passarela da Marquês da Sapucaí neste segundo dia de apresentações do Grupo Especial do Rio neste Carnaval. A escola fez um desfile emocionante para homenagear o cantor Roberto Carlos. Cheia de cores e inovações, a agremiação animou o público, que se levantou nas arquibancadas assim que a Beija-flor entrou na avenida.

A comissão de frente "Do sonho à inspiração" mostra Roberto Carlos quando criança puxando um caminhão de brinquedo que carregava um rádio. Quando ele ligava o aparelho, saiam notas musicais do rádio e a musa inspiradora da música (a atriz Claudia Raia), que desapareciam num passe de mágica. Os 15 bailarinos foram dirigidos por Carlinhos de Jesus.

Neste ano, a escola teve um novidade, foi a interação do mestre-sala e porta-bandeira, Claudinho e Selminha Sorriso, com a comissão de frente.

O abre-alas levava mais de cem beija-flores e tinha uma carruagem de pequeno príncipe, que mostrava o sonho do rei quando era menino em Cachoeira de Itapemirim, cidade do Espírito Santo onde o rei nasceu.

Um grande porta-retrato com fotos do cantor na infância e de seus pais pôde ser vista na segunda alegoria.

A vinda de Roberto Carlos para o Rio, no auge do rock and roll, quando ele fundou o movimento da Jovem Guarda, foi mostrado em outro carro, que contou com a presença de vários cantores que participaram desse momento da música brasileira, entre eles Erasmo Carlos, Wanderléia, Agnaldo Timóteo e Agnaldo Rayol.

Com 3.900 componentes, divididos em 51 alas e oito alegorias, a Beija-Flor levou muitos famosos para a Sapucaí. O ator Edson Celulari e o filho saíram na bateria. Os ritmistas eram marinheiros e simbolizam "Emoções em alto mar", uma referência ao show que o cantor faz há 7 anos em um cruzeiro no litoral brasileiro.

A avenida se transformou em um lindo oceano por onde passou o navio em que o cantor faz seus shows. A alegoria tinha a imagem de Iemanjá, a rainha do mar, nos fundos, protegendo o navio.

A tradicional ala das baianas vestia roupas que representavam as rosas vermelhas, que ele costuma distribuir durante seus shows. As mulheres que estavam nas arquibancadas também foram presenteadas com as flores.

O período romântico foi encerrado por uma alegoria vermelha, com várias rosas. A apresentadora Hebe Camargo e outras cantoras que se apresentaram ao lado do rei como Aucione, Fernanda Abreu, Rosemary estavam no carro.

Cantores sertanejos como Roberta Miranda, Paula Fernandes, Bruno e Marrone, Chitãozinho e Xororó, entre outros, desfilaram no sexto carro que relembrou as músicas que Roberto Carlos fez para os caminhoneiros.

O momento mais aguardado do desfile foi a passagem do homenageado, que estava na última alegoria, ao redor de várias crianças vestidas de anjos. O polêmico carro tinha as imagens de Jesus e de Nossa Senhora modificados a pedido da Arquidiocese.

LETRA DO SAMBA ENREDO

Roberto Carlos: A simplicidade do Rei
G.R.E.S. Beija-Flor de Nilópolis (RJ)
Composição: Samir Trindade, Serginho Aguiar, JR Beija Flor, Sidney de Pilares, Jorginho Moreira, Théo M. Neto

A saudade
Vem pra reviver o tempo que passou
Ah! Essa lembrança que ficou
Momentos que não esqueci
Eu cheio de fantasias na luz do Rei menino
Lá no seu Cachoeiro
E lá vou eu... De calhambeque a onda me levar
Na jovem guarda o rock a embalar... Vivendo a paixão
Amigos de fé guardei no coração.

Quando o amor invade a alma... É magia
É inspiração pra nossa canção... Poesia
O beijo na flor é só pra dizer
Como é grande o meu amor por você!

Nas curvas dessa estrada a vida em canções
Chora viola! Nas veredas dos sertões
Lindo é ver a natureza
Por sua beleza clamou em seus versos
No mar navegam emoções
Sonhar faz bem aos corações
Na fé com o meu Rei seguindo
Outra vez estou aqui vivendo esse momento lindo
De todas as Marias vêm as bênçãos lá do céu
Do samba faço oração, poema, emoção!

Meu Beija-Flor chegou a hora
De botar pra fora a felicidade
Da alegria de falar do Rei
E mostrar pro mundo essa simplicidade.

3 comentários:

  1. Não é bem assim! Tanto assunto mais interessante pra ser abordado, a escola se coloca a disposição para falar de um tema sem tanta importância. Não tiro os méritos dele como artista, mas, só isso. Deveria utilizar o carnaval pra passar uma mensagem mais expressiva para o mundo! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Amei,talves o colega tenha razão em dizer que há coisas mais importante e interessante,mais poxa o povo da baixada espera essa epoca chegar pra colocar a tristeza de lado e expor toda sua alegria contida atras de muita luta e suor do dia a dia.Foi um espetáculo lindo de ver e admirar,bjs...

    M Helena

    ResponderExcluir