leile_pinto@hotmail.com

domingo, 26 de setembro de 2010

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CURSO PREVENÇÃO AS DROGAS

Educação a distância Curso ajuda na prevenção às drogas em escola de Rondônia
Sexta-feira, 24 de setembro de 2010 - 14:35
Professores da Escola Municipal Padre Chiquinho, em Porto Velho, Rondônia, estão entre os inscritos na quarta edição do curso de prevenção ao uso de drogas para educadores de escolas públicas. Promovido pelos ministérios da Educação e da Justiça e Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) da Presidência da República, o curso oferece 25 mil vagas a professores de todo o país. As aulas, a distância, são ministradas pela Universidade de Brasília (UnB).

“Cursos na área de combate às drogas e estudos do Estatuto da Criança e do Adolescente são sempre bem-vindos. Procuro fazer esses cursos para poder trabalhar melhor com essas questões na escola”, diz a diretora Domingas Luciene Feitosa Sousa. Segundo ela, outros professores da instituição de ensino participaram de edições anteriores do curso, que tem quatro meses de duração.

Formada em pedagogia e em teologia, com pós-graduação em gestão escolar e mestrado em geografia, Domingas explica que faz os cursos pensando nos alunos e na forma de contribuir para que eles tenham outras possibilidades na vida. Alguns estudantes da escola rondoniense são filhos de presidiários; outros cumprem medidas socioeducativas ocasionadas, principalmente, por brigas, roubos, venda de drogas e porte de armas. “Muitas vezes, uma palavra, um apoio, um incentivo são elementos importantes para se mudar os rumos de uma vida, principalmente quando se trata de crianças”, afirma a diretora, que trabalha na instituição desde 1999 e desde 2003 faz parte da equipe gestora.

Ela lembra a história de um aluno cujo pai cumpre pena por tráfico de drogas. Domingas salienta que estudantes em tal situação, ao visitar o pai preso, além de aprenderem palavras usadas pelos detentos, aprendem também lições não apropriadas a uma criança. “Enquanto escola, fazemos tudo o que é possível, mas precisamos também do apoio da família”, adverte. “Nossa luta é grande.”

Um dos programas desenvolvidos pela escola Padre Chiquinho é o Mais Educação. Realizado às terças-feiras, oferece atividades como aulas de judô e de xadrez, abertas à participação de todos os alunos. De acordo com Domingas, o instrutor do judô, Hermes Ripardo, trabalha com insistência na questão de como abandonar o mundo das drogas. “O trabalho dele é elogiável”, destaca.

Fátima Schenini

Saiba mais no Jornal do Professor

Nenhum comentário:

Postar um comentário