leile_pinto@hotmail.com

sábado, 7 de janeiro de 2012

MORRE A ESCRITORA ANILDA LEÃO








A escritora Anilda Leão, de 88 anos, morreu, na noite desta sexta-feira (6), em Maceió. A alagoana, que também é atriz e escritora, estava internada no hospital Arthur Ramos desde que caiu em casa e fraturou o fêmur, em novembro do ano passado.

O sepultamento de Anilda Leão ocorre neste sábado, mas familiares ainda não definiram o horário e o local em que os alagoanos poderão dar o último adeus à artista.

História de vida

Anilda Leão era um dos maiores expoentes da cultura alagoana. Na década de 1970, Anilda Leão trabalhou no Departamento de Cultura do Estado de Alagoas e na década de 1980, na Secretaria Estadual de Cultura.

É autora dos livros "Chão de Pedras" (1961), poesia; "Chuvas de Verão" (1974), poesia; "Poemas marcados" (1978), poesia; "Riacho Seco" (1980), contos; "Círculo Mágico" (1993); "Olhos Convexos" (1989), crônicas e "Eu em Trânsito" (2003), biografia.

Recebeu a Comenda Mário Guimarães (pela Câmara Municipal de Maceió); a Comenda Nise da Silveira (pelo Governo do Estado de Alagoas); a Comenda Graciliano Ramos (pela Câmara Municipal de Maceió); a Comenda da Ordem do Mérito dos Palmares (pelo governo do Estado); e a Comenda Teotônio Vilela, pela Fundação Teotônio Vilela. Também recebeu o Diploma do Mérito Cultural, da União Brasileira dos Escritores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário